Sábado, 28 de Maio de 2022
83 99868-8794
Anúncio
Geral APÓS CINCO ANOS

Conselho Regional de Medicina da Paraíba julga, nesta quarta-feira, médicos acusados de negligência na morte da menina Naielly, em 2017

O CRM-PB julgará o Processo Ético Profissional (PEP) nº 27/2017, em sessão virtual na noite da próxima quarta-feira.

26/04/2022 08h44
Por: Mídia Paraíba Fonte: Por Lucas Isídio
Naielly estava com o pulmão esquerdo comprometido e teve uma infecção no sangue. A mãe, Stephany, relata que nenhum médico aparecia no quarto da menina no hospital e ela tinha desmaios frequentes. (Foto: Reprodução/Redes sociais)
Naielly estava com o pulmão esquerdo comprometido e teve uma infecção no sangue. A mãe, Stephany, relata que nenhum médico aparecia no quarto da menina no hospital e ela tinha desmaios frequentes. (Foto: Reprodução/Redes sociais)

O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) julgará, nesta quarta-feira (27), os médicos acusados de negligência hospitalar que resultou na morte da menina Naielly, de dois anos, no ano de 2017, há cinco anos. Segundo a mãe, em mensagem compartilhada nas redes sociais na época, os médicos insistiram que a menina tinha apenas alergia e mandaram ela de volta para casa diversas vezes, até o dia em que ela chegou em estado crítico ao hospital em João Pessoa e foram feitos exames que detectaram uma pneumonia aguda.

Naielly estava com o pulmão esquerdo comprometido e teve uma infecção no sangue. A mãe, Stephany, relata que nenhum médico aparecia no quarto da menina no hospital e ela tinha desmaios frequentes. A enfermeira dizia que ela estava enganada e que a criança só estava cansada.

Naielly teve um piora em 24h e foi levada à UTI. Teve várias paradas cardiorrespiratórias, os rins pararam e ela foi submetida à hemodiálise, cirurgias e morreu no dia 11 de abril de 2017.

"Depois de quase cinco anos, sofrendo com a dor da perda, saudade e a morosidade dos Conselhos, médicos envolvidos pela morte de Naielly serão julgados no dia 27.04, às 20 horas, pelo Conselho Regional de Medicina da Paraíba, em João Pessoa. Esperamos que a JUSTIÇA seja feita e os conselheiros julguem com critérios norteadores da moral e dignidade que se deve prevalecer na profissão da medicina. #JustiçaporNaielly", declarou a família, nas redes sociais, conforme apurou o ClickPB.

O CRM-PB julgará o Processo Ético Profissional (PEP) nº 27/2017, em sessão virtual na noite da próxima quarta-feira.

Em 2017, a Promotoria dos Direitos do Consumidor do Ministério Público da Paraíba chegou a instaurar um inquérito civil, por se tratar de uma situação que envolveu um hospital particular, sendo, portanto, uma relação de consumo.

Ele1 - Criar site de notícias